Postado em 25 de Janeiro de 2018 às 10h25

Vigilância Epidemiológica disponibiliza vacina contra febre amarela para pessoas que vão viajar para regiões que tenham risco de transmissão

Imprensa Prefeitura (84)

acinação é realizada nas Unidades Básicas de Saúde

Barra Velha acinação é realizada nas Unidades Básicas de Saúde A Vigilância Epidemiológica de Barra Velha está disponibilizando doses de vacina contra a febre amarela para pessoas que vão viajar para regiões...

A Vigilância Epidemiológica de Barra Velha está disponibilizando doses de vacina contra a febre amarela para pessoas que vão viajar para regiões silvestres ou rurais que compõem a área de recomendação de vacinação. A orientação do Ministério da Saúde é que as pessoas se vacinem pelo menos dez dias antes de viajar.

A vacina é indicada para pessoas de 9 meses até 60 anos de idade. Indivíduos com mais de 60 anos que nunca foram vacinados, deverão ser avaliados por um médico que vai analisar o perigo/benefício da vacinação em relação ao risco de contrair a doença. A dose é contraindicada para crianças menores 6 meses, gestantes e mulheres que estejam amamentando.

As vacinas são disponibilizadas diariamente nas Unidades Básicas de Saúde, cada dia da semana o atendimento é realizado em um bairro diferente, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 16h30.

· Segunda-feira UBS Centro

· Terça-feira UBS Itajuba

· Quarta-feira UBS São Cristóvão

· Quinta-feira UBS Sertãozinho

· Sexta-feira UBS Pedras Brancas

A doença infecciosa é causada por um vírus e transmitida por mosquitos. A infecção pode ser categorizada de duas formas: febre amarela urbana, quando é transmitida pelo Aedes aegypti; ou febre amarela silvestre, quando transmitida pelo Haemagogus e Sabethe. A vacinação contra a febre amarela é a medida mais eficaz para prevenção e controle da doença. A dose tem de 90% a 98% de proteção e o efeito ocorre entre o sétimo e décimo dia após a aplicação.

Imprensa PMBV
Pâmela Simas Fogaça
47 99210-2889 3446-7745
bvimprensa@gmail.com

Veja também

#OutubroRosa #SaúdeDaMulher18/10/17 Todos os anos várias mulheres são acometidas pelo câncer de mama, uma doença fácil de ser tratada desde que haja um diagnóstico precoce. Somente em 2011, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), 13.225 mulheres morreram em decorrência da doença no Brasil. Diante de números tão alarmantes, é essencial o surgimento de......
Estudante de Barra Velha vai apresentar projeto ambiental em Brasília28/05/18Trabalho propõe o replantio de mata ciliar em torno do Rio Itajuba Stela Isoppo Padilha, aluna do 7º ano Escola Básica Municipal Manoel Antônio de Freitas, vai apresentar o projeto ambiental Replantando Vida, na última fase da 5ª Conferência Infanto-Junvenil pelo Meio Ambiente –......

Voltar para (Novidades de Barra Velha)